Availability: Disponível

O Rumor dos Pés na Terra Imensa

Autor(a): Francisco Mariano
SKU: 978-65-84634-90-9

R$59,90

Livro em Pré-venda até 18 de Outubro
Previsão de saída: A partir do final de Novembro

O Rumor dos Pés na Terra Imensa

“O rumor dos pés na terra imensa” reúne um conjunto de poemas escritos, em verso e prosa, por Francisco Mariano, entre 2010 e 2023. Organizado pelo poeta e dramaturgo paraense Rudinei Borges, o livro nos conduz, entre evocações e lembranças, aos interiores (territoriais e metafóricos) da dor de existir. De mãos dadas com Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade e Adélia Prado, Francisco caminha pelo assombro e a miséria da vida — o labirinto da condição humana e a alegria de viver.

Termos da Pré-Venda:

  • Livros em pré-venda estão no final do processo de editoração e serão impressos após a finalização da pré-venda.
  • Portanto, possuem previsões de entrega iniciais e descritas acima em “Previsão de saída” . Esta data constitui a data a partir da qual a editora enviará os pedidos da pré-venda.  Os prazos de entrega destes produtos são uma previsão e podem sofrer alterações posteriores para maior ou menor tempo.
  • Verifique os prazos na descrição do produto antes de efetuar a compra. Atualizações futuras tais como o código de rastreamento após o envio e outras informações serão enviadas ao e-mail informado no ato da compra. Você também pode acompanhar o andamento do seu pedido acessando sua conta no site.

A confirmação da compra do produto em PRÉ-VENDA aplicará na aceitação destes termos.

 

Categorias: ,

Descrição

Autor

Francisco Mariano

Páginas

128

Gênero

Poesia

Formato

Brochura 14×21

ISBN

9786584634909

 

“O rumor dos pés na terra imensa” reúne um conjunto de poemas escritos, em verso e prosa, por Francisco Mariano, entre 2010 e 2023. Organizado pelo poeta e dramaturgo paraense Rudinei Borges, o livro nos conduz, entre evocações e lembranças, aos interiores (territoriais e metafóricos) da dor de existir. De mãos dadas com Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade e Adélia Prado, Francisco caminha pelo assombro e a miséria da vida — o labirinto da condição humana e a alegria de viver.

 

Canto sagrado

Benditos sejam todos os caminhos da minha terra, abertos com enxada e enxadão. Picadas de amoreiras e juás. Desvão do meu desatino — artéria dos roceiros. Bendito seja todo canto escuro da minha vida, onde escondi desenganos e incertezas — muralha arregimentada de líquens e caramujos. Bendita seja a hora fugidia — ali, longe dos ponteiros do relógio. Bendita seja a palavra que não discorre sobre si mesma — feixe de luz.

Escuta

Afasta-te dos poemas prontos.
Não temas a mão trêmula e o céu cinza.
Escuta o silêncio como a forquilha
se insinua à terra na procura do veio d’água.
Esquadrinha cada centímetro do mundo imaterial
com a paciência do cego no labirinto da cidade.
No fim, renda-se aos sussurros ao pé do ouvido.
É dali que vem o sopro, a criação.
É no rastro do desespero que encontrarás
o rio das palavras — inesgotável como a vida.

Informação adicional

Peso 280 g
Dimensões 16 × 23 × 5 cm
Autores