Availability: Disponível

Preciso Pôr Ordem Onde Não Há Ordem

Autor(a): Fernanda Santos
SKU: 978-65-84634-75-6

R$49,90

Livro em Pré-venda até 28 de julho
Previsão de saída: A partir de Setembro

Preciso Pôr Ordem Onde Não Há Ordem

O que não cabe no peito transborda, extrapola o corpo e vira escrita. Este livro é uma tentativa de captar as batidas e as pausas do coração de mulheres que sobrevivem no fim do dia. É a exposição das cicatrizes, mas também uma possibilidade de regeneração por meio da arte. O texto como possibilidade de escuta da solidão que se instala nos espaços dos dias, aceitação da fraqueza diante da vida e o reconhecimento do peso de sermos nós mesmas — livres.

Termos da Pré-Venda:

  • Livros em pré-venda estão no final do processo de editoração e serão impressos após a finalização da pré-venda.
  • Portanto, possuem previsões de entrega iniciais e descritas acima em “Previsão de saída” . Esta data constitui a data a partir da qual a editora enviará os pedidos da pré-venda.  Os prazos de entrega destes produtos são uma previsão e podem sofrer alterações posteriores para maior ou menor tempo.
  • Verifique os prazos na descrição do produto antes de efetuar a compra. Atualizações futuras tais como o código de rastreamento após o envio e outras informações serão enviadas ao e-mail informado no ato da compra. Você também pode acompanhar o andamento do seu pedido acessando sua conta no site.

A confirmação da compra do produto em PRÉ-VENDA aplicará na aceitação destes termos.

 

Em estoque

Categoria:

Descrição

Autora

Fernanda Santos

Páginas

64

Gênero

Poesia

Formato

Brochura 14×21

ISBN

9786584634756

 

O que não cabe no peito transborda, extrapola o corpo e vira escrita. Este livro é uma tentativa de captar as batidas e as pausas do coração de mulheres que sobrevivem no fim do dia. É a exposição das cicatrizes, mas também uma possibilidade de regeneração por meio da arte. O texto como possibilidade de escuta da solidão que se instala nos espaços dos dias, aceitação da fraqueza diante da vida e o reconhecimento do peso de sermos nós mesmas — livres.

Por meio de uma poética visceral, Preciso pôr ordem onde não há ordem toca onde é necessário para mostrar: dói aqui, aqui e aqui. O eu-lírico compartilha conosco seus suspiros e respiros, quase sussurrados. O livro é um convite a quem precisa organizar pensamentos, desejos, sonhos, emoções. Por meio de versos carregados de palavras que emergem à flor da pele, ele nos faz perceber o que incomoda, o que afaga, e nos encoraja a manifestar o que outrora habitava apenas no silêncio. Esse é o primeiro passo para a cura.

Daniele Almeida
Mestra em Estudos Literários – UEFS.

 

PENSAMENTOS

Não chegar a acordo,
não chegar a lugar algum,
nem à verdade,
porque responder não basta.
Preciso tropeçar e sentir
o rio que escorre
dentro de mim.
Preciso pôr ordem
onde
não há ordem.
Porque não há.

A MULHER DO FIM DO DIA

A música continua a tocar.
Ouço, no fim da rua, passos longos.
Ela continua a caminhar,
a passos lentos,
a investir contra as muralhas
e a deixar rastros na estrada.
Ela não para.
Avança o sinal.
O grito é seu sangue,
escorre pelas pernas,
assusta,
intimida,
mas ninguém oferece acolhida.

A música continua a tocar.
Ouço, no fim da rua, passos longos e
encerra-se o dia.

Informação adicional

Peso 120 g
Dimensões 16 × 23 × 5 cm
Autores